Risicare

(2019)

[Instalação sonora]

Vitor Kisil

Risicare é uma instalação envolvendo um instrumento experimental construído utilizando uma calha, ferragens e arame. O instrumento acústico ou amplificado pode ser tocado através de manipulações em seu corpo ou nos arames presos ao mesmo como cordas, que podem também ser percutidas ou vibradas com um arco de violino. A captação sonora para amplificação é realizada através de um captador humbucker construído pelo artista sonoro Paulo Nenflidio. Para a instalação são utilizados motores, engrenagens, arduino e outros acessórios para fazer com que o instrumento se toque sozinho. O título do trabalho é a origem latina da palavra “risco”, que se relaciona tanto com o sentido de “ousar” e “arriscar”, como também com o ato de riscar, que, na instalação, é explorado literalmente no próprio corpo do instrumento musical.

A instalação foi exposta nas exposições "Sons de Silício: Luteria Experimental" [realizada entre os dias 1 e 26 de abril de 2019 no Espaço da Artes - USP] e "Sons de Silício" [realizada entre os dias 13 de setembro e 13 de dezembro de 2019 no Centro Universitário Maria Antônia]. Ambas produzidas pelo GPI [Grupo de Práticas Interativas] do NuSom [USP].

Risicare no Maria Antônia 1
Risicare no Maria Antônia 1
press to zoom
Risicare no Maria Antônia 2
Risicare no Maria Antônia 2
press to zoom
Risicare no Espaço das Artes 5
Risicare no Espaço das Artes 5
press to zoom
Risicare no Espaço das Artes 1
Risicare no Espaço das Artes 1
press to zoom
Risicare no Espaço das Artes 2
Risicare no Espaço das Artes 2
press to zoom
Risicare no Espaço das Artes 3
Risicare no Espaço das Artes 3
press to zoom
Risicare no Espaço das Artes 4
Risicare no Espaço das Artes 4
press to zoom